terça-feira, 27 de maio de 2008

O Eco-Turismo em PII

Que o Festival de Inverno de Pedro II foi ótimo todo mundo já sabe, e eu não preciso ser a milésima pessoa a dar meu depoimento. Claro que eu adorei e recomendo-o pra todo mundo, mas não é sobre isso que vou falar.

Em Pedro II, o que chamou muito minha atenção foi o Eco-Turismo. As belezas naturais da serra, ainda são pouco exploradas, o acesso é bem complicado, mas a recompensa pra quem consegue enfrentar todas as dificuldades da estrada, paga qualquer esforço. São belíssimas cachoeiras, lugares de muito verde. Para quem aprecia a natureza e para quem não gosta também vale a pena conhecer.

Para chegar ao Mirante do Gritador, é necessário passar por 12km de estrada de piçarra, esta cheia de buracos. Mas quando acaba a estrada e você chega ao destino e vê aquele paredão verde, aquela imensidão é impossível dizer que não valeu a pena. È um lugar lindo, e a única vontade de quem chega lá é de um pouco de silencio e paz. Tem uns grupos que fazem rappel, outras pessoas fazem trilhas de bicicleta, algumas preferem fazer trilha á pé o que importa é o espírito aventureiro!Eu só tive a oportunidade de apreciar a beleza mesmo. Mas qualquer dia volto lá atrás de uma aventura. Me contaram que se você joga um chapéu no Gritador ele volta. Infelizmente ninguém quis me emprestar um para eu testar. Mas muita gente diz que já jogou e realmente voltou.

O acesso à Cachoeira do Salto Liso, é um pouco mais complicado, porque além da estrada de piçarra que dá para ir de carro, ainda tem uns 2,5km de caminhada. O bom é que enquanto caminhamos, ouvimos o som da água correndo seu curso, é uma trilha um pouco cansativa, mas é agradável pelo contato com a natureza. A primeira visão da cachoeira é da parte de cima e então você tem duas opções para ir para a parte inferior: um rappel de 28m ou mais uma trilha. Os corajosos que escolhem o rappel não se arrependem. È uma descida maravilhosa, claro muito segura, onde alem de ter a refrescância da queda d’água, tem a adrenalina! Por fim, encontra-se uma lagoa linda, num banho de água gelada e um pouco de descanso para dar o fôlego para a volta.

Estas são apenas duas das belezas naturais de Pedro II, infelizmente apenas quatro dias não são suficientes para conhecer todos os lugares. Ate porque, alguns lugares como a Cachoeira do Urubu-Rei (a maior do Piauí), que tem 68m ainda possuem um acesso muito restrito. E também porque, convenhamos, aproveitar o festival à noite toda, acordar no outro dia ainda pensando que nem dormiu e ter que fazer trilha é só para quem dar muito valor a natureza mesmo! Mas que vale a pena, isso vale!


Fotos: Jairo Moura

3 comentários:

Luana Lia disse...

E a invejinha de quem não foi, fica onde? :~

Rosa Magalhães disse...

Não fui mas fiquei com água na boca após os relatos que ouvi, das pessoas que foram. Uma bela escapada da rotina diária, eu diria!

eneias disse...

Pedro II é a Guaramiranga do PI é ???